Parque Estadual da Cantareira: existe verde em SP

Você consegue imaginar que a famosa Selva de Pedra, como São Paulo é conhecida, abriga uma das maiores florestas urbanas do mundo? Acredite! Vai se surpreender com este post: Parque Estadual da Cantareira: existe verde em SP!

 

Nos séculos XVI e XVII, os tropeiros que realizavam o comércio entre São Paulo e outros municípios do Brasil deram à serra o nome de Cantareira devido à grande quantidade de nascentes e córregos encontrados na região. Naquela época, era costume armazenar água em jarros de barro, os cântaros, e o apoio utilizado para guardá-los, chamava-se cantareira.

 

Parque Estadual da Cantareira: existe verde em SP

Apesar de ter sido criado em 1962, a condição de Parque Estadual veio um ano depois, e o nome que ele tem até hoje surgiu em 1986. É uma Unidade de Conservação de Proteção Integral tão importante que, em 1994, foi declarada parte da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da cidade de São Paulo pela UNESCO.

 

Uma das missões do parque é proteger mananciais, além de ser morada de uma fauna exuberante, são cerca de 388 espécies de vertebrados e 478 de invertebrados, algumas delas ameaçadas de extinção, como o bugio, o gato-do-mato, a jaguatirica, o macuco, o gavião-pomba, o jacuguaçu e o bacurau-tesoura-grande. A flora também é bastante diversificada, ao caminhar, encontramos cabuçu, jequitibá, juçara, cedro, xaxim, bromélia, imbuia, canela-preta e canela-sassafrás.

 

Contatos do Parque Estadual da Cantareira (Floresta Cantareira):

WhatsApp : (11) 99594-8189

Site: Urbia Parques

E-mail: [email protected]

Instagram : @parqueestadualcantareira

 

Com uma área de mais de 7.900 hectares, é tão grande que todo o complexo está presente em quatro cidades: São Paulo, Guarulhos, Mairiporã e Caieiras. Sua maior parte fica na zona norte da capital paulista. 

 

Vamos lá, chegou o momento de anotar várias dicas e verificar nas fotinhos que realmente no Parque Estadual da Cantareira: existe verde em SP.  Vou detalhar os quatro Núcleos separadamente, assim fica melhor para você visitá-los. São eles: Pedra Grande, Águas Claras, Engordador e Cabuçu. Desde 2022, a concessão dos três primeiros foi dada à empresa Urbia Parques, somente o Cabuçu segue sob gestão do governo do estado.   

 

Núcleo Pedra Grande 

Foi o primeiro aberto ao público, em 1989. Fica a apenas 10 km de São Paulo, ao lado do Horto Florestal. Ele oferece as seguintes atividades: trilhas, observação de aves, fauna e flora. Achei tudo limpo e organizado, tem boa infraestrutura, com portaria, centro de visitação e sanitários. Já como atrativos, há o monumento geológico, roteiro cultural, museu, viveiro de mudas nativas e playground .

 

Neste Núcleo, o maior destaque é, sem dúvida, o mirante da Pedra Grande! Tive a impressão de estar dentro de uma moldura de remanescente da Mata Atlântica seguida de um emaranhado de edifícios ao fundo. Esta paisagem faz cair por terra a ideia de que a cor de São Paulo resume-se ao cinza dos prédios. Não, não! O Parque Estadual da Cantareira comprova que existe verde em SP! Assim como amor também! 

 

Mirante da Pedra Grande

Além desta vista panorâmica incrível, que considero a cereja do bolo do parque, ainda encontramos durante o trajeto a 1.010 metros de altitude, a Trilha das Figueiras, com 920 metros de percurso; e da Bica, com 1.381 metros, caminhos muito frequentados por pássaros e quatis.

 

Quando o visitei, fui com mais três trilheiras, a Li do www.viajandonasdeliciasdavida.com.br , a Rose (que tirou fotos lindas nossas) e a Vivi. Fazia um dia lindo com o céu bem azul. Trilhamos por algumas horas, foi tão agradável e divertido que nem sentimos os 9 km de caminhada. Lembrando que até o mirante são 6,6 km (ida e volta), por uma estrada asfaltada cercada de árvores. O trajeto é autoguiado e há placas indicativas, achei super tranquilo.

 

Mirante da Pedra Grande
Mirante da Pedra Grande

 

Escrevi um post com muitas informações relevantes para iniciantes e trilheiros experientes. Saiba mais aqui: https://vaviaje.com.br/dicas-para-iniciantes-em-trilhas-mulheres-no-topo/

 

E para quem prefere pedalar, aventure-se na Cicloturismo. Seguem algumas informações:

Extensão: De 8 a 9 km.

Percurso: De 1h a 1h30

Perfil altituinal: De 376 até 400 metros

Dificuldade: Moderada.

Monitoria: Autoguiada

 

Como chegar ao Parque Estadual da Cantareira – Núcleo Pedra Grande 

Sempre que preciso descobrir o melhor itinerário para me deslocar até um destino, uso o aplicativo Moovit. Você já ouviu falar dele?

 

Transporte coletivo: 

Metrô: A estação mais próxima é a do Tucuruvi.

Ônibus: 1758-10 (Jardim Antártica-Metrô Santana), 1759-10 (Jardim Pery-Metrô Santana), 1775-10 (Shopping Center Norte-Vila Albertina), 148P-10 (Pedra Branca-Metrô Barra Funda), 2020- 10 (/Horto Florestal-Metrô Tucuruvi), 2013-10 (Cohab Antártica-Cachoeirinha), entre outras linhas.

 

Entrada : Inteira – R$ 50,00. Meia – R$ 25,00. Valores atualizados em 17/11/2023. 

Meia-entrada para estudantes, professores, idosos, crianças de 3 a 14 anos, pessoas com deficiência e acompanhante. Menores de 3 anos não pagam.

 

Ingressos: www.urbiapass.com.br ou na portaria. Um ingresso pode ser utilizado nos três parques da Floresta Cantareira em um único dia. Deve ser uma maratona, mas adorei saber disto!

Funcionamento : de quarta a domingo, das 8h às 17h, com entrada permitida até às 16h

 

Endereço : Rua do Horto, nº 1.799 – Horto Florestal/SP

Estacionamento pago: Avenida José da Rocha Viana – Portão 4. Ao chegar no local, ir em direção ao Portão 5 – Pedra Grande. 

Telefone : (11) 3889-6100

E-mail : [email protected]

Site: www.urbiaparques.com.br


Núcleo Águas Claras 

Distante 17 km de São Paulo, fica em Mairiporã, um município com diversas atividades voltadas ao ecoturismo. Fundado em 2000, o Núcleo Águas Claras possui entre as atrações, o lindo Lago das Carpas, excelente cenário para contemplação da biodiversidade de plantas e animais.   

 

Logo na entrada, há um playground para a criançada brincar. Confesso que a menina que habita em mim não resistiu. Sentei no balanço e senti o vento tocar meu rosto com nuances de liberdade. É por isso que a simplicidade me cativa! Eu, uma mulher com quatro décadas de inúmeras vivências na bagagem, preciso desacelerar de vez em quando para uma conexão maior com a natureza, compreendendo que a beleza mora nos detalhes e as sutilezas são o sentido da vida! 

 

No Núcleo Águas Claras há três trilhas, são elas:

– Trilha da Suçuarana: 

Este percurso faz a ligação entre dois núcleos do parque, Águas Claras e Pedra Grande, sendo assim, também é possível chegar ao mirante através dele. Por ter um caminho mais curto e com menos aclives, não exige tanto condicionamento físico do visitante, o que o torna uma ótima opção para iniciantes.

 

– Trilha das águas:

Ela está inserida na Trilha do Samambaiaçu. Basta seguir por um desvio do traçado principal. Como companhia, terás o silêncio da floresta, e quem sabe, de repente, encontrará esquilos, tucanos ou outros bichinhos. É autoguiada, com apenas 500 metros, e pequenas quedas de águas cristalinas.

 

– Trilha Samambaiaçu:

Imagine o quão bonito é passar por um corredor de samambaiaçus, espécie nativa da Mata Atlântica. Apesar de ter apenas 2 km, o caminho ainda nos proporciona o contato com encantadoras bromélias e orquídeas.

 

Entrada: Inteira – R$ 50,00. Meia – R$ 25,00.

Valores atualizados em 17/11/2023.

Meia-entrada para estudantes, professores, idosos, crianças de 3 a 14 anos, pessoas com deficiência e acompanhante. Menores de 3 anos não pagam.

 

Ingressos: no site www.urbiapass.com.br . Adquira-os também na portaria. Um ingresso pode ser utilizado nos três parques da Floresta Cantareira no mesmo dia.

 

Estacionamento: gratuito, mas há um número limitado de vagas. 

Endereço: Av. Senador José Ermírio de Moraes, s/n – Sítio Barrocada/Mairiporã 

Telefone: (11) 3889-6100

E-mail: [email protected]

Site: https://urbiaparques.com.br/parques/sobre/area-de-visitacao/aguas-claras


Como chegar ao Parque Estadual da Cantareira – Núcleo Águas Claras

Transporte coletivo

Ônibus: 1720-10 (Cantareira), 1016-10 (Cemitério do Horto-Shopping Center Norte), 1775-10 (Vila Albertina-Shopping Center Norte), 1786-10 (Vila Albertina-Metrô Santana), 1018-10 (Metrô Santana), entre outras linhas.

 

Parque Estadual da Cantareira: Núcleo Engordador 

Quer tirar seus filhos do sofá, de frente da tela da TV ou do celular? Que tal levá-los a um piquenique em meio à natureza? Muitas crianças adoram este tipo de passeio! O Núcleo Engordador possui uma área bacana para um momento familiar, com playground e tudo, onde os pequenos podem gastar bastante energia!

 

Já se você é da turma que gosta de atividades ao ar livre com um pouco mais de emoção, uma ótima opção é partir para uma das trilhas:

 

– Trilha do Macuco:

Do tipo circular, com apenas 650 metros, é considerada fácil e indicada para a criançada. O córrego Curupira margeia boa parte do trajeto.

 

– Trilha de Mountain Bike:

Estruturado para os praticantes de ciclismo, o percurso tem 4 km. Umas horinhas de pedalada e o visitante avistará a Caixa do Gonçalves, construção em pedra, que fez parte do antigo sistema de abastecimento (de origem histórica) e corpos d’água, além de ganhar de presente uma vista privilegiada.

 

– Trilha da Cachoeira:

Ao longo dos 3 km de floresta preservada, haverá três quedas d’água pequenas. Ainda é possível ver o antigo tanque de captação de água construído no começo do século XIX. Lembre-se de levar uma toalha e uma troca de roupa. Após caminhar por algum tempo, não há nada melhor do que se refrescar em uma cascata, por menor que seja.

 

Queda d’água – Núcleo Engordador

O nome do Núcleo Engordador surgiu por causa da antiga fazenda que existia no local, ‘engorda’ do gado. Fica localizado a aproximadamente 22 km do centro de São Paulo. Liberado ao público em 1992, seus atrativos contam a história do abastecimento de água na cidade, um deles é a Casa da Bomba, de 1894, que possui uma caldeira e duas bombas, uma a vapor de origem inglesa e outra a diesel de origem alemã .

 

Entrada : Inteira – R$ 50,00. Meia – R$ 25,00.

Valores atualizados em 17/11/2023.
Meia-entrada para estudantes, professores, idosos, crianças de 3 a 14 anos, pessoas com deficiência e acompanhante.
Menores de 3 anos não pagam.

 

Ingressos: devem ser adquiridos na portaria ou no site: www.urbiapass.com.br . Um único ingresso pode ser usado nos três parques da Floresta Cantareira no mesmo dia.

Funcionamento : de quarta a domingo, das 8h às 17h, com entrada permitida até às 16h

 

Endereço : Estrada Particular da Pedreira, 240 – Tremembé – São Paulo

Estacionamento : gratuito (40 vagas)

Telefone : (11) 3889-6100

E-mail : [email protected]

Site: www.urbiaparques.com.br

 

Parque Estadual da Cantareira – Núcleo Engordador

Como chegar ao Parque Estadual da Cantareira – Núcleo Engordador

Transporte coletivo

Ônibus: 1783-10 (Cachoeira-Metrô Santana), 240 (Terminal Rodoviário Siguemi Aiacyda-Terminal Rodoviário do Tietê), 2023-10 (Cachoeira-Metrô Tucuruvi), entre outras linhas.

 

Núcleo Cabuçu 

A Serra da Cantareira é muito importante para a história da urbanização de São Paulo, principalmente na captação e distribuição de água. O Núcleo Cabuçu abriga uma centenária barragem datada de 1908, considerada a primeira grande obra de concreto armado do Brasil. O cimento usado veio de navio da Inglaterra. Atualmente, a represa do Cabuçu abastece cerca de 150 mil habitantes dos bairros no entorno do parque. Para conhecê-la, é só andar uns 800 metros a partir da portaria.

 

Represa do Cabuçu

Este Núcleo foi o último a ter visitação liberada, o que ocorreu a partir de 2008. Está localizado em Guarulhos, a cerca de 27 km do centro de São Paulo, dá menos de uma hora de viagem. Ele é o maior em extensão, 2.300 hectares com rica variedade de espécies animais e vegetais.

 

Um diferencial que considero de extrema importância é que as Trilhas do Tapiti (250 metros) e do Sagui (730 metros) também podem ser feitas por pessoas com deficiência, usando a cadeira Julietti e tendo acompanhamento de monitor ambiental. 

 

Informações importantes para o uso da cadeira Julietti, segundo a administração do Núcleo Cabuçu:

– Percurso: Trilha do Sagui tem 730 metros. Trilha do Tapiti tem 250 metros. 

– Duração: Trilha do Sagui – 40 minutos. Trilha do Tapiti – 20 minutos.

– Monitoria: autoguiadas

– Nível de dificuldade: baixo

– Ponto de encontro: Núcleo de Visitação

– Horário do roteiro: de segunda a domingo, das 08h às 15h30

– Disponibilidade de Cadeiras Julietti nas Unidades de Conservação: 03 unidades

– Monitor da Unidade: orientará sobre o uso da cadeira Julietti e acompanhará no percurso da trilha.

– Reservas: sujeito a disponibilidade

 

Requisitos necessários para utilizar a cadeira Julietti:

– Pessoa com deficiência física e/ou múltiplas, paralisia cerebral, mobilidade reduzida ou comorbidades que a impeçam de caminhar.

– Peso: até 90 kg.

 

Acompanhantes:

  • 03 (três) pessoas, no mínimo.
  • Maiores de 18 anos.
  • Familiares, amigos e outros.
  • Aptos para exercer atividades físicas.
  • Usar roupas leves e tênis de preferência.
  • Levar repelente e água.

Além das duas, Tapiti e Sagui, há também:

Trilha da Jaguaririca:

Com 1 km, dá uma horinha de caminhada. Trajeto de sentido único e queda no início. Observamos uma vegetação mais antiga e exótica, como pinheiros e bambus, em harmonia com a mata nativa.

 

Trilha da Cachoeira:

Quem disse que em terras paulistanas não encontramos uma quedinha d’água para nos refrescarmos? Tudo bem que teremos que caminhar 5,2 km para chegar nela, mas cada segundo das 3 horas valerá a pena, pois, o percurso é bem bonito com árvores centenárias, cheirinho de mato e o som dos pássaros.

 

Cachoeira – Núcleo Cabuçu

Entrada: Inteira – R$ 19,00. Meia-entrada para estudantes com carteirinha e professores da rede pública de ensino. São isentos de pagamento: idosos acima de 60 anos, pessoas com deficiência e acompanhantes, e menores de 12 anos.

Ingressos: no site  www.ingressosparquespaulistas.com.br,  ou na portaria. Eles aceitam dinheiro, cartões de débito e crédito, exceto PIX.

Estacionamento: gratuito (50 vagas)

 

Funcionamento: de quarta a domingo, das 8h às 14h. Saída às 16h.

Endereço: Avenida Pedro de Souza Lopes, 7.903 – Jardim São Luís – Guarulhos

Telefone: (11) 2401-6217

E-mail: [email protected]

 

Como chegar ao Parque Estadual da Cantareira – Núcleo Cabuçu

Transporte coletivo

Metrô: as estações mais próximas são as do Tietê e do Tucuruvi.

Ônibus: 251 (Terminal Metropolitano Vila Galvão-Centro Via Tiradentes), 273 (Recreio São Jorge-Itapegica), 337 (Terminal Metropolitano Taboão-Terminal Rodoviário Tietê), 532 (Terminal Metropolitano Taboão-Metrô Tucuruvi), entre outras linhas.

 

Dicas válidas nos 4 Núcleos do Parque Estadual da Cantareira:

  • Verifique a previsão do tempo.
  • Leve água e lanche, pois não há lanchonete nas instalações do parque.
  • Use roupas e calçados adequados à prática de cada atividade.
  • Passe protetor solar e repelente.
  • Não alimente os animais silvestres.
  • É proibido fazer fogueira.
  • Consulte administração para o uso de drone.
  • Descarte corretamente o lixo.

Outras sugestões de sites e redes sociais de entidades ou órgãos públicos que cuidam de Unidades de Conservação abertas à visitação. Acesse e conheça diversas trilhas dentro do estado de São Paulo:

 

Guia de áreas protegidas 

Telefone: (11) 3133-3000

Site:  https://guiadeareasprotegidas.sp.gov.br/

Instagram: @governosp

 

Fundação Florestal

WhatsApp: (11) 94165-3063

Site: www.infraestruturameioambiente.sp.gov.br/fundacaoflorestal/

Instagram: @fundacaoflorestal

 

Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio

Site: www.gov.br/icmbio/pt-br

Instagram: @icmbio

 

Passaporte das Trilhas do Estado de São Paulo 

Achei o máximo a criação deste Passaporte, que já está em sua 2ª edição! É uma maneira de incentivar as pessoas a saírem de casa para trilhar.

 

Elaborado em 2018 pela Fundação Florestal, em parceria com a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (Sima), traz informações relevantes de 22 trilhas, em 18 áreas naturais protegidas, divididas em Acessibilidade, Família e Aventura, ou seja, tem passeio para diferentes tipos de visitante. Ele é gratuito e contempla dicas preciosas para quem gosta de praticar atividades ao ar livre. Saiba onde retirar o seu neste site .

 

Não se esqueça de carimbar o passaporte a cada nova conquista. Faça uma selfie todo (a) aventureiro (a) no atrativo, poste nas redes sociais usando as hashtags: #trilhasdesp ou #parquessp.

Para mais informações, acesse: www.trilhasdesaopaulo.sp.gov.br , ou envie e-mail para: [email protected].

 

Viu só como ainda há um pouquinho (falo no diminutivo porque deveria existir muito mais) do bioma Mata Atlântica na maior metrópole do Brasil?

 

Uma última dica baseada na percepção de que a natureza tornou-se terapia, refúgio e acalanto para mim: respire novos ares, quando puder, troque o ar condicionado do escritório pelo ar puro das florestas. Neste texto, vimos que existem muitos lugares em regiões metropolitanas capazes de fornecer esta conexão, o Parque Estadual da Cantareira é um bom exemplo de que existe verde em SP! 

 

E proponho ainda que sigamos, filosoficamente falando, os conselhos de uma árvore:

 

Cresça em direção à luz.

Fique em pé e orgulhoso de si.

Lembre-se de suas raízes. 

Oxigene sua mente.

Ofereça proteção aos seus colaboradores.

Aguente firme as estações desfavoráveis.

Aprecie a vista.

Embeleze a vida! 

.

Sou paulistana, vejo no mundo um quintal, aprendo e vivencio cada vez mais a brasilidade. Jornalista, apresentadora e viajante, decidi unir a formação em Comunicação a minha paixão por experiências em viagem, e compartilhar conteúdo que conecte pessoas, sonhos e muitas histórias. Assim como eu, deseja conhecer vários lugares? Então, inspire-se: Vá, Viaje!
Post criado 10

20 comentários em “Parque Estadual da Cantareira: existe verde em SP

  1. I’m really impressed with your writing skills as well as with
    the layout on your blog. Is this a paid theme or did you customize it
    yourself? Either way keep up the nice quality writing, it
    is rare to see a nice blog like this one nowadays.

  2. I have been exploring for a bit for any high quality articles or blog
    posts in this kind of house . Exploring in Yahoo I ultimately
    stumbled upon this site. Studying this info So i am
    happy to show that I’ve a very just right uncanny feeling
    I found out exactly what I needed. I so much surely will make sure to do
    not forget this site and give it a look on a relentless basis.

  3. Howdy! This post could not be written much better!
    Looking at this post reminds me of my previous roommate!
    He constantly kept talking about this. I will forward this article to him.
    Fairly certain he will have a good read. I appreciate you for sharing!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo